fbpx

O caminho para a aprovação em concursos

Olá! Você sabe o caminho para chegar à sua aprovação? Sabe com quais ingredientes ela é feita? Tem a exata noção do que deve fazer?

Marcus Silva, Colunista da Folha Dirigida

Marcus Silva, Colunista da Folha Dirigida

Para se chegar a qualquer lugar desejado na vida deve-se unir dois fatores que se completam de forma que sem um deles nada dará certo: a inteligência estratégica e a inteligência emocional.

A inteligência estratégica significa a parte racional da coisa, mais objetiva. Ela, de certa forma, é até simples de ser organizada, mas não deve ser negligenciada, pois sem ela não se chegará a qualquer lugar.

Ela possui 3 componentes. O primeiro é o objetivo, aonde você deseja e vai chegar: a sua aprovação. O objetivo deve ser o mais tangível possível, o mais concreto possível.

Ou seja, você deve definir bem o que quer, qual concurso, qual cargo, enfim, traçar bem o alvo.

O segundo elemento já está dentro de você: seus recursos internos. São as habilidades necessárias e que devem ser utilizadas para compor a parte estratégica. Pode ser um curso específico, a ajuda de um profissional experiente, livros, dinheiro, força de vontade, persistência, organização, e, principalmente, tempo. Você deve organizar bem tudo o que precisa para montar a sua estratégia.

O terceiro elemento é o ambiente externo, onde você vai encontrar os desafios e as oportunidades que te ajudarão na corrida rumo ao objetivo. E não torça para que os desafios sejam fáceis, pois são os mais difíceis que ajudam a forjar as aprovações memoráveis! 

Aprenda também a diferenciar as oportunidades que aparecerão pelo caminho dos oportunismos. Se você não souber fazer esta diferença, poderá incorrer em um erro grave e que pode te afastar da fotografia que você deseja e que realmente é o seu objetivo. 

Já a inteligência emocional é composta de 3 elementos: a auto -observação, a autoconsciência e a autogestão. A auto-observação é muito importante no processo, pois é fazendo isso que você vai conseguir saber seus pontos fortes e fracos, suas fragilidades (matérias que você menos sabe, por exemplo), seus medos, etc.

E a auto-observação tem que levar à autoconsciência. É com a autoconsciência que você vai amadurecer tudo isso e entender melhor como você funciona. Cada um trabalha melhor de um determinado jeito, e não há uma fórmula padrão para todas as pessoas.

A partir da autoconsciência estabelecida, você deverá ser capaz de organizar toda a parte emocional, capaz de fazer a autogestão de tudo. Repare que os dois fatores, a inteligência estratégica e a inteligência emocional, funcionam como dois conjuntos que possuem uma parte comum. 

Isso significa que sem uma, e somente com a outra, você não vai chegar lá. Não adianta ter somente estratégia, sem ter o combustível emocional que fará você entrar em ação. 

Nem mesmo somente a euforia e o gás necessário, sem ter um bom planejamento. Por hoje é só. 

E se você desejar saber mais sobre meu trabalho de orientação de estudos, inclusive sobre minhas mentorias para concursos, mande mensagem para o WhatsApp (21) 981210550 e diga que você leu esta coluna, que está interessado em ser um dos meus mentorandos. 

Pergunte se ainda há vagas disponíveis, pois estou encerrando as matrículas para esse ano de 2022. Novos alunos, talvez, somente a partir de 2023. 

Espero ter ajudado! Até a próxima! Grande abraço! Não desista. A única opção é a sua vitória!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *