fbpx

5 passos para o pós-edital

Douglas Schneider, colunista Folha Dirigida

Douglas Schneider, colunista Folha Dirigida

Imagine o seguinte cenário: você está estudando há algum tempo, dedicando algumas horas da sua semana para um concurso que, segundo notícias da Folha Dirigida, sairá em breve. Quando menos se espera, o edital é publicado no diário oficial! E agora?

Antes de mais nada: CALMA! Afinal de contas, você estava esperando por esse edital. Inconscientemente você queria que ele fosse publicado logo, porque assim o seu “sofrimento” nos estudos teria uma data para terminar – a data da prova.

Eu sei que a nossa cabeça não funciona com toda serenidade e racionalidade na hora da publicação de algo que você desejava tanto, mas, mesmo assim, é válido repetir: CALMA!

Existe um caminho a ser trilhado até a data da prova – qualquer que seja seu objetivo. Vamos, então, a cinco passos que você pode seguir para ter um aproveitamento maior desse período de reta final.

 

Passo 1 – Repriorização

Repense todas as atividades do seu dia a dia e coloque-as em ordem de prioridade. Dica: os estudos devem estar no topo da lista. CALMA! É algo temporário. Eu sei que você tem família, trabalho, amigos, exercícios físicos e outros afazeres. Não estou dizendo que os estudos ficarão lá para sempre, muito pelo contrário. Mas, neste momento, o foco neles será de grande importância.

Passo 2 – Planejamento

Partindo do pressuposto que, na publicação do edital, você já sabe a banca examinadora do concurso, abra-o e separe as informações relevantes para o planejamento dos seus estudos, como: formato da prova, disciplinas, quantitativo de questões, data de realização, conteúdo programático do cargo, etc.

Com essas informações em mãos, é hora de planejar o seu caminho até a data da prova. Cada um tem sua forma de fazer esse planejamento, mas existem alguns princípios a serem observados:

  • Definição realista da quantidade de horas diárias (o ideal é definir uma hora a menos do que você “acha” que consegue)
  • Priorização das disciplinas
  • Flexibilidade para mudanças
  • Estabelecimento de momentos de revisão
  • Intercalação de disciplinas
  • Inserção de simulados

Sim, é muita coisa a ser considerada. Mas sem um planejamento dificilmente você terá sucesso.

Passo 3 – Organização

Esse é o momento de separar o material teórico a ser utilizado. Se você não tem esse material, será o momento de comprá-lo, escolhendo pelo melhor que puder (videoaulas, livros, PDFs, artigos científicos, etc.).

É também o momento de arrumar o seu cantinho de estudos, separando ali suas ferramentas de estudo (papel, caneta, marca textos, lápis e outros). Não se esqueça de eliminar todas as distrações nesse lugar, pois quanto menos coisas houver a seu redor, mais concentrado você ficará.

Passo 4 – Execução

A execução é o ato completo de estudar – entrar em contato com o material teórico, resolver questões e revisar – repetidas vezes, pelo tempo e forma planejados no “passo 2”. Talvez esse seja o passo em que mais candidatos acabam falhando. O problema está na constância, na disciplina, na falta de um hábito consolidado. Você precisa estudar todos os dias que estiverem planejados. Repita comigo: todos os dias

O período pós edital costuma ser curto, entre dois e quatro meses – 8 a 16 semanas, ou 60 a 120 dias. Se você não se propuser a estudar com qualidade o máximo possível – dentro das suas limitações físicas e intelectuais –, será difícil chegar na data da prova com chances reais de aprovação.

Passo 5 – Controle

O quinto e último passo é, sem dúvida, o mais negligenciado entre os concurseiros. Controle é, na verdade, uma atividade que permeia as demais. Como assim, Douglas? O controle serve para que você possa ter um feedback rápido sobre seus estudos, para saber se está no caminho certo ou não. As questões e simulados são as duas grandes ferramentas para fazê-lo. A partir do resultado das baterias de questões ou simulados você saberá se estão faltando revisão, atenção ou conteúdo. E, assim, poderá replanejar, reorganizar ou alterar a forma de executar.

 

Você não tem muito tempo para pensar em um pós-edital. Então, pelo menos, saiba executar esses cinco passos e estará na frente da maioria dos seus concorrentes.

Bons estudos!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *