fbpx

Coesão lexical em concursos públicos

Monica Massad, colunista Folha Dirigida

Coesão lexical é a coesão entre palavras e, geralmente, aparece em todas as provas de concursos de todas as bancas, sobretudo em questões de reescrita de frases ou de substituição de palavras.

Os tipos de coesão lexical são: sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, hiperônimos e hipônimos, polissemia, denotação e conotação.

Sinônimos são palavras de sentido equivalente dentro de um contexto frasal e podem ser substituídas uma pela outra sem alteração de sentido. Um exemplo é a substituição da palavra alcançar” pela palavra “atingir” na oração” Atingiu o objetivo”.

Já os antônimos compreendem palavras de sentidos contrários como “bem” e “mal”. Não se podem confundir homônimos e parônimos.

O primeiro diz respeito a palavras idênticas em som e/ou grafia e diferentes em sentido. Podem ser homógrafos (mesma grafia e som diferentes); homófonos (mesmo som e grafias diferentes); perfeitos ( tudo igual). É o caso, respectivamente, de “Eu almoço” e “O almoço” ; “sessão” (cinema) e “seção”( departamento) e “manga” ( fruta) e “manga” ( parte de vestuário).

O segundo, os parônimos, são palavras parecidas, mas diferentes em sentido. Por exemplo: “tráfego= de veículos” e “tráfico= de drogas.” Hiperônimos e hipônimos têm caído bastante em concursos, sobretudo na banca FGV.

Apesar de parecerem palavras pouco familiares para muitos candidatos, não é difícil identificar claramente a diferença entre eles. O hiperônimo é o geral de tudo ( fruta) e o hipônimo é o específico deste geral ( maçã). Por fim, temos a polissemia e a denotação e a conotação.

A polissemia ocorre quando uma determinada palavra assume múltiplos sentidos dentro de um contexto. Vejamos a palavra bola. “ Ele chutou a bola a gol” ( sentido denotativo); “Ele nem deu bola para as críticas” ( não deu importância”);”Ele de bola para a colega de curso” ( paquerou); “Ele está uma bola de irritado”( muito irritado).

Observemos que na polissemia podemos verificar, ainda, a presença de denotação ( sentido real) e conotação ( sentido figurado).

Fica a dica para os candidatos a concursos que este é um assunto de extrema importância atualmente, sobretudo nas bancas FGV, Cebraspe, Instituto AOCP e FCC.

Boa sorte a todos!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *