fbpx

Português marinha – O que estudar para os concursos da banca?

Monica Massad, colunista da Folha Dirigida

A prova de RM2 de 2016 para cá foi se tornando um dos concursos mais disputados das Forças Armadas. Acertar as 25 questões de Língua Portuguesa não tem sido tarefa fácil para os candidatos ao certame. A fim de ajudar no direcionamento dos estudas para a prova de RM2, apresento um guia de estudos para a prova de Português.

A parte de compreensão e interpretação de textos se utiliza bastante da teoria da argumentação, com questões que versam sobre tese, argumentos, estrutura argumentativa e estratégias de argumentação. Essas questões podem, eventualmente, vir com questões de coesão e coerência, a fim de julgar a opção correta quanto à redação seja no âmbito da interpretação de textos ou da correção gramatical ou de coesão referencial. Além disso, são cobradas questões de tipologia e gêneros textuais; variações linguísticas; funções de linguagem e discurso direto, indireto e indireto livre.

A morfossintaxe pode  apresentar questões de sujeito, predicação verbal, complementos verbais, complementos nominais, aposto, vozes verbais e função sintática dos pronomes oblíquos átonos e dos pronomes relativos. Aliás, esta é uma característica da banca das prova de RM 2 da Marinha: cobrar questões de colocação pronominal, substituição de complementos pelo pronome adequado e a função sintática e regência dos pronomes relativos que, cujo e onde.

Vale a pena destacar, ainda, as questões de correção gramatical e de coesão referencial e lexical. A banca da Marinha gosta de questões de regência com crase e as famosas questões de concordância que envolvem o uso facultativo do verbo no singular ou plural. A pontuação também deve ser observada. No âmbito da coesão e da coerência, é muito importante o candidato estudar a referenciação anafórica e catafóricas em se esquecer da dêixis os sinônimos, antônimos, homônimos e parônimos.

Se o candidato estudar por este roteiro, as chances de potencializar os resultados irão aumentar, pois não perderá tempo com matérias que praticamente não caem nas provas. 

Isso é um ganho enorme no rendimento dos estudos.

Boa sorte a todos!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *