fbpx

Procrastinação nos estudos para concurso: 3 dicas para evitá-la

Douglas Schneider, 34 anos, 14 anos de concurso público no caminho, 11 anos de serviço público, muitas histórias e aprendizados nessa jornada. É um enorme prazer estar aqui para falar sobre procrastinação nos estudos para concurso.

Quando fui convidado para escrever uma coluna para, na minha visão, o mais respeitado veículo de comunicação de provas e concursos públicos do País, fiquei emocionado, confesso. Vocês têm noção do papel da Folha Dirigida na história desta área? Se não sabe, pesquise um pouco, pois vale a pena!

Voltando ao meu papel por aqui, fui pesquisar como escrever uma coluna. Ué! Surpreso(a)? Eu parto do pressuposto que se você não domina algo – que precisa de técnica para ser feito – é necessário pesquisar a respeito. Foi o que fiz.

Sozinho, digitei no “pai dos burros moderno”, o Google: “como escrever uma coluna?” e, a partir daí, um mundo de possibilidades se abriu! WikiHow, YouTube, colunistas famosos, blogs, jornais, revistas, etc.

O que eu não sabia era que a minha experiência nos concursos públicos fosse me ajudar a filtrar o conteúdo a ser consumido para dominar a arte de escrever uma coluna. Muito louco, né?

Enfim, algumas horas de estudo depois, estou aqui! Sejam gentis com este iniciante, afinal meu objetivo é trazer um conteúdo útil na sua preparação para provas e concursos, da maneira mais direta e prática possível!

procrastinação nos estudos para concurso

A procrastinação nos estudos para concurso é um dos principais problemas que os futuros servidores enfrentam (Foto: Freepik)

3 dicas para evitar a procrastinação nos estudos

Beleza, Douglas! Chega de enrolação e vamos ao que interessa: nosso tema.

1# Separe seu material com antecedência

Quantas não foram as vezes que você ficou com aquela preguicinha de estudar, porque não sabia por onde começar seu dia de estudos?

Separar seu material antes de estudar é crucial para iniciar o estudo no dia. Isso evita que você perca tempo procurando o material físico ou então o ponto onde parou de estudar na última vez que viu o conteúdo.

O pensamento é “poxa, já está ali… Vou estudar”.

2# Deixe sua mesa arrumada

Cada objeto deixado sobre a sua mesa de estudos é um possível distrator. Nosso cérebro, depois de alguns minutos de concentração, busca outras coisas para poder “descansar”.

É nesse momento que aquele cabo enrolado se torna a coisa mais interessante do mundo. Ou o famigerado celular, vilão das horas-líquidas do futuro servidor.

Deixe sua mesa livre de qualquer distração. Material de estudo e só. Quanto menos coisas você tiver ao seu alcance no momento do estudo, maior será o seu rendimento.

3. Sente no seu canto de estudos

Existem alguns dias ­– para não dizer todos – que não queremos estudar de jeito nenhum! Qualquer desculpa serve para nos afastar do nosso objetivo: a louça suja, as roupas no varal, aquele filme interessante, etc. Confessa, vai! Você já usou uma desculpa esfarrapada para evitar os estudos.

Minha dica: não importa o quê, sente-se no seu local de estudos e encare por alguns segundos o seu material separado e sua mesa arrumada. Lembre-se dos motivos que o fizeram iniciar os estudos. Não é infalível, mas vai te fazer pensar 100 vezes antes de levantar e deixar os estudos para outro momento.

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. EDSON LEITE disse:

    Essas dicas são de outro mundo muito bom e obrigado por compartilhar conosco

  2. Sou Rodrigo e gostaria de parabenizar o blog da folha dirigida pois tem me ajudado muito

  3. Daniel disse:

    A procrastinação tem se tornado um enorme desafio a superado nos estudos de concurso público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *